quinta-feira, abril 28, 2005

A DIREITA

"Se quisermos que tudo continue como está, é preciso que tudo mude"- Il Gatopardo

O futuro da direita portuguesa passa pela sua própria afirmação, pela capacidade que tiver de destruir complexos e edificar o seu próprio espaço… sem titubear!

O “mais ou menos” tipicamente português inundou a direita que, perdida, perturbada e desalinhada, tenta sempre ajeitar-se com o “centro”, como que pedindo desculpas por existir, negando-se a si própria, impressionada com os esquisitos estigmas que a esquerda gosta de lhe provocar.

A direita portuguesa anda, há muito tempo, a indagar de si própria…

É preciso uma refundação da direita” é provavelmente uma das frases mais repetidas do País… Quase tão repetida como “Deixem jogar o Mantorras!” em dia de jogo no Estádio da Luz.

A refundação da direita começa a tornar-se um daqueles irresolúveis problemas de matemática, cheios de letras em vez de números, que sempre me atormentaram.

Em Portugal, a direita habituou-se a falar de democracia-cristã e até, pasme-se, de social-democracia e a susceptibilizar-se com a palavra liberal. Estranho…

Em Portugal sempre se alimentou a hostilidade à economia de mercado, às empresas e aos empresários. Sempre se cultivou a inveja aos ricos e à riqueza, o medo do risco, um Estado tentacular e omnipresente e “artimanhas” para esconder a pobreza. Estranho…

Em Portugal, a direita sempre olhou para a Igreja… Não para pedir perdão, mas para pedir protecção. E a Igreja sempre lhe virou as costas…

Portugal é hoje um País urbanizado e desregulado, em total crise de valores, comodamente gerenciado pelo “politicamente correcto”.

Portugal precisa de ideias radicalmente novas.

Antes de se refundar a direita precisa de se fundear ideologicamente…
Antes de se refundar a direita precisa de se arregimentar, talvez num projecto mobilizador para Portugal.

-ZPA-

1 Comments:

Blogger Mário said...

Enquanto as eleições forem ganhas ao centro, ninguém dará um passo para alterar as coisas!
E sinceramente, será que ainda se justifica uma divisão dos partidos em ideologias de esquerda/direita? Cada vez tenho mais dúvidas....

12:35 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home